Portal do Governo Brasileiro
Início
Notícias UFSM
Colégio Politécnico organiza Feira Livre no campus da UFSM

Colégio Politécnico organiza Feira Livre no campus da UFSM

06/04/2017 13:07
Classificada em: Geral

 Agricultor Geraldo André Raddatz, da localidade de Três Barras, integrante do projeto

Em meio a tantas notícias sobre alimentos contaminados, a comunidade santa-mariense pode comemorar: a partir do final deste mês de abril, a UFSM passará a sediar uma feira livre regular, com alimentos frescos e saudáveis produzidos em Santa Maria. Com inauguração marcada para o dia 24 de abril, a Polifeira do Agricultor é um projeto de extensão do Colégio Politécnico, com apoio da Prefeitura Municipal de Santa Maria.

A proposta da Polifeira é constituir-se como um espaço de comercialização de frutas, hortaliças, flores e produtos da agroindústria produzidos em Santa Maria, evitando a intermediação. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

Nesse sentido, visando assegurar a qualidade e a origem dos alimentos ofertados, o Colégio vem atuando na capacitação dos produtores envolvidos. A seleção dos atuais 18 agricultores participantes se deu partir de um edital público e de palestras de instrução, realizadas no mês de janeiro. Desde então, eles têm participado de uma série de ações de qualificação contínua, por meio de cursos e visitas técnicas, além de atividades pontuais, como uma visita à Expoagro Afubra, em Rio Pardo, onde os agricultores puderam conhecer novas tecnologias para a substituição dos insumos químicos convencionais por produtos menos agressivos à saúde humana.

Desenvolvimento local – A coordenação da Polifeira salienta, ainda, que a produção de alimentos orientada para a comercialização local tem sido considerada uma importante contribuição para os processos de desenvolvimento rural, colaborando para a sustentabilidade da agricultura familiar e assegurando que tanto os produtos quanto os recursos financeiros permaneçam no município. “Além disso, a feita pretende assegurar alimentos sadios, em um período em que se vive um clima de ansiedade pública em torno do consumo”, observa Gustavo.

Convite

O professor acrescenta, também, que ao explorar o mercado de proximidade, minimiza-se o deslocamento dos alimentos e as consequentes perdas. A relação direta entre os agricultores e os consumidores é uma das vantagens da feira, garantindo segurança sobre a origem dos alimentos aos compradores, além de autonomia e liquidez dos recursos financeiros aos produtores.

Agenda – A partir do dia 24 de abril, a Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor
Fotos: Mariana Pinto